sexta-feira, 16 de outubro de 2009

RELATO DA REUNIÃO 24, de 15-10-2009

Irmãos e irmãs do Grupo Familiar Arca da Aliança: este é o relado da nossa 24ª reunião do ano de 2009. A paz de Cristo inunde os corações de todos!
Participantes: 19 almas desejosas de uma palavra de Deus. Ministração do Louvor: G & M e cia
Testemunhos:
  1. Gilda (mãe do Deto) – cura de problemas no braço:
Contou-nos que foi curada de um problema no braço por meio de uma oração de seu filho, Júnior. Ela não era crente e vivia pedindo ao seu filho, crente, para orar pelo seu braço pelo qual nada podia fazer nos serviços domésticos. Só que somente queria oração às 18hs por causa dos anjos (era essa a sua crença). Uma certa noite teve um sonho em que haviam dois caminhos , um largo e outro estreito. No estreito, seu filho Júnior, estendia a mão a ela e lhe dizia: aceite a Jesus que eu irei orar e seu braço ficará bom. Ela acordou desesperada querendo aceitar a Jesus, mas era de madrugada. Seu marido achou que ela estava ficando biruta e o Júnior ainda estava sonolento. Com muito custo, levantou, orou e fez a oração com ela de confissão de fé. Ela ficou muito feliz, seu braço foi curado e seu marido gostou, pois já estava cansado de lavar louças. Aleluias!
  1. Gilda (mãe do Deto) – cura de problemas na coluna:
O estado de sua coluna era terrível e o diagnóstico o pior possível. Haveria, inclusive, a possibilidade de ela andar em cadeiras de rodas por conta de desvios graves, hérnias de disco, etc. o médico prognosticava , mas ela o combatia, dizendo que Deus iria curá-la. Sua cura aconteceu no momento em que passava pelo túnel de uma ressonância magnética onde sentiu a forte presença de alguém. Fez os exames e o médico não acreditou. Repetiu os exames e nada. Curada há mais de 15 anos! Aleluias!
  1. João (irmão do Deto) – livramento.
Estava caminhando e passou por uma banca de revistas e ali se deteve apreciando algumas literaturas. Surgiu um meliante e anunciou um assalto. Ele estava armado com uma pistola calibre 38. Levou seu relógio, uma CNH vencida e alguns documentos, de somenos importância. Disse que apesar do susto, crê piamente que Deus sabe de todas as coisas. Pediu orações, inclusive para achar a sua carteira e agradeceu muito o fato de estar ali vivo contando a história. Aleluias!
Ministração da Palavra: Preletor: Ir. Deto.
Tema e Ref. Bíblica: COMO VENCER A ANSIEDADE. (Fp 4: 6 – Mt 6:25 - 34)
Propósito da prédica: levar os ouvintes a confiarem que Deus está no controle de tudo e que elas não têm, por isso, que ficarem ansiosos.
O grande problema: a ansiedade! Engraçado, não estou focando no problema (ora, não é o problema que é o problema?), mas na ansiedade gerada que passa então a ser o problema a ser estudado e combatido.
Ansiedade. Preocupação. Pensamentos fora de controle e insistentemente inclinados para algo que não queremos ou esperamos. Andar ansioso. O que é andar ansioso? Porque andamos ansiosos? Essa é uma grande questão que precisa ser melhor explorada. Quando é que mais ficamos ansiosos e o que agrava a ansiedade? É quando não vislumbrarmos a saída, a solução do problema. Por exemplo:
  • Meu filho está preso às drogas e não consegue se libertar. Pior, não aceita ajuda. E agora, o que fazer?
  • Meu parente está enfermo. Já oramos, jejuamos, buscamos saída, fizemos campanha e seu estado é terrível. O que fazer?
  • Estou procurando emprego e ainda não achei. Pior: nem sei que emprego procurar? O que fazer?
  • Não me reconhecem em meu trabalho e pior estão me perseguindo. Já pensei em buscar ajuda de amigos, políticos, ou desistir de tudo e entregar minha função. O que fazer?
  • Meu cônjuge não tem jeito, não parece mudar nunca. Até quando terei de suportar isso? O que fazer?
  • Minha situação financeira não está boa. Tenho muitas dívidas e elas estão se amontoando. Meus sonhos estão ficando para trás. O que fazer?
Todos nós queremos a solução do problema. A resposta. A saída e não qualquer solução, resposta ou saída, mas a melhor possível. Se meu filho está preso às drogas, o que desejo? Sua libertação! O quanto antes, melhor. Eu quero que meu filho seja liberto das drogas HOJE!
Há um Deus nos céus, criador de todas as coisas, que pode fazer isso.
Eu posso obrigá-lo a agir? Posso dar-lhe ordens sobre o meu filho? Como é que vou alcançar o meu propósito e ver meu filho livre das drogas? (o exemplo, é o filho nas drogas, mas poderia ser qualquer outro. Particularmente, graças a Deus, não tenho este problema, mas tenho outros).
Se não consigo HOJE a solução do problema, começam os questionamentos e o principal deles é o porquê? Por que Deus permite isso? Por que não o liberta? Deus, meu Deus, liberta HOJE o meu filho das drogas! Passa o dia e lá vai meu filho, parece até pior e mais viciado. O que fazer?
Já que Deus não ta agindo... (primeira mentira) nem parece se importar com meu desespero (segunda mentira), então começo, por mim mesmo, desesperadamente, a procurar soluções (o desespero): médicos, clínicas, centros de recuperação, campanhas, igrejas, pastores, orações, profetas, vigílias, jejuns, psicólogos, clínicas, diálogo, censura, discussões, exortações, cortes disso, daquilo, etc.
A busca das soluções apontadas não é errada quando Deus está no controle, mas é ato de desespero que não nos levará a lugar algum quando nossa mente está focada, não em Deus, mas na ajuda (em qualquer ajuda), na solução (em qualquer solução).
A solução proposta:
Confiar em Deus de todo CAFÉ – Mc 12:30 “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento”. É somente confiando em Deus, de verdade, é que conseguiremos vencer a ansiedade em nossos corações.
Porém, o que é confiar em Deus e como praticar essa confiança.
Primeiro: Se confiamos em Deus, devemos, em primeiro lugar, buscar BRDJ e lhe dirigir nossas petições por meio de orações e súplicas com ações de graça. - Petições. O que são petições? Porque devemos deixar Deus conhecer nossas petições? Porque falar delas claramente? - Oração. Porque devemos orar? Como apresentaremos as nossas petições a Deus por meio de nossas orações? - Súplica. - Ações de graça. Porque ações de graça?
Segundo: Quem confia entende que é necessário saber esperar, pois Deus tem tempo certo para tudo. Eclesiastes 3:1 Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. I Samuel 13 – a história de Saul que teve seu reino QUASE confirmado para todo sempre, mas no último instante, vacilou e perdeu seu reino.
Terceiro: Quem confia, descansa no Senhor. “Descansa no SENHOR e espera nele, não te irrites por causa do homem que prospera em seu caminho, por causa do que leva a cabo os seus maus desígnios”. (Sl 37:7). Descanse a sua mente dos pensamentos que antes te atormentavam e te roubavam a paz e te faziam escravo de um ciclo vicioso de derrota.
A ansiedade não vem sozinha. Ela tem companheiros e sem eles, ela não prevalece. São eles os maus pensamentos. Não existe ansiedade sem maus pensamentos. Há em cada ansioso uma expectativa de um comportamento ou de um sinal ou de algo que se não ocorre gera uma verdadeira guerra interna. Os maus pensamentos têm companhia e sem ela não pode prevalecer. Sua companheira se chama imaginação. Como andam as tuas imaginações em teu coração? A imaginação também não anda sozinha tem companhia e seu nome é o medo. E o que é o medo senão maus pensamentos? É tudo cíclico, vicioso, maligno. Para você sair do laço é necessário você confiar em Deus e de todo o teu CAFÉ.
Quarto: Confiar em Deus não significa, no entanto, isolamento, antes procurar alguém de nossa confiança para com ele desabafarmos e encontrarmos apoio em nossas lutas. Uma pessoa externa, uma boa ouvinte, poderá nos ajudar. Ela poderá estar vendo coisas que a ansiedade cegou nossos olhos e entendimento. O sábio sempre buscará ajuda e não isolamento.
Próxima reunião: Não perca! A princípio, nossa próxima reunião será: Na casa do Deto/Juci, na QNF 08 - Preletor: a definir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade para comentar e que Deus o abençoe!